Não-Lugares

12.00

Marc Augé

Se um lugar se pode definir como identitário, relacional e histórico, um espaço que não pode definir-se nem como identitário, nem como relacional, nem como histórico definirá um não-lugar.

A hipótese aqui defendida é que sobremodernidade é produtora de não-lugares, quer dizer, de espaços que não são eles próprios lugares antropológicos e que, contrariamente à modernidade baudelairiana, não integram os lugares antigos: estes, repertoriados, classificados e promovidos a «lugares de memória», ocupam nela uma área circunscrita e específica.

1 em stock (pode ser encomendado sem stock)

  
Descrição

Autor: Marc Augé
Editor: Letra Livre
Data de lançamento: outubro 2012
ISBN: 9789898268143
Nº Páginas:103
Encadernação:Capa mole