Manifesto Contra-Sexual

17.00

Paul B. Preciado

Publicado originalmente em 2000, MANIFESTO CONTRA-SEXUAL é já um livro de culto da teoria queer. Incisivo e desafiante, este manifesto convida a repensar as nossas concepções de corpo, género e sexualidade, rejeitando a estrutura heteronormativa do sistema patriarcal e assumindo a plasticidade dos corpos.

O dildo, enquanto objecto artificial, anexável e iterável que evade a genitalização do sexo, é a base e o expoente da revolução contra-sexual aqui proposta. Fundindo filosofia com cultura pop e jamais sacrificando a vida em prol da teoria, Preciado desenha novas possibilidades para a experimentação política, sexual, social e artística.

 

  
Descrição

Tradução de Luís Leitão
Prefácio de pê feijó
Orfeu Negro, 2019
12,3 x 18 cm
272 págs.